DECLARAÇÃO - REPASSANDO


Escola da Mata Atlântica - Casa das Sementes Livres de Aldeia Velha
Ponto de Cultura Caipira da Mata Atlântica

Viemos por meio desta demonstrar nosso apoio à Família Ferreira e ao Sítio São José, recentemente autuados pelo ICMBIO. Nós da EMA, Escola da Mata Atlantica e como Ponto de Cultura Caipira, participamos há anos das atividades de formação em Agroecologia, manejo de agroecossistemas e incentivo à articulação dos grupos agroecológicos, que a família Ferreira realiza dentro e fora do Sítio São José.

O Ponto de Cultura Caipira, projeto assistido pelas políticas públicas do governo federal, tem na Família Ferreira um pólo de produção e pesquisa em cultura e agricultura caipira, o que deve ser considerado dentro das linhas delimitadas pelo decreto No. 6040 da Casa Civil.

O Sítio São José é uma propriedade modelo de agricultura ecológica no estado, servindo de exemplo para centenas de experiências agroecológicas, que buscam uma relação saudável com o ambiente circundante, inclusive em áreas protegidas. Somos testemunhas da participação da Família Ferreira em fóruns e encontros organizados pelos órgãos ambientais regionais, como o Mosaico Bocaina, e a busca em sempre compartilhar com os que solicitam o conhecimento de práticas agroflorestais que tendem a não só conservar como até complexificar ecossistemas degradados, como o que o sítio ocupa.

Usamos em nosso projeto da Casa das Sementes Livres, de conservação de genomas em extinção, estudos realizados na Engenharia Florestal da UFRRJ - Universidade Federal Fluminense, que usaram as agroflorestas da Família Ferreira como base de pesquisa. Por fim, aproveitamos para enviar o apoio de Seu Milton Machado, nosso Mestre Grio, da Secretaria de Estado de Cultura, companheiro da Família Ferreira em seu trabalho de produzir ecossistemas complexos e socialmente justos.

Atenciosamente,

Equipe Gestora Escola da Mata Atlântica